Adventistas.net   
Na Internet desde 20 de janeiro de 1998 (há quase 18 anos)
ennismeier@gmail.com
Página melhor vizualizada com o Google Crome.

 
"Pastores que pisam o pasto que as ovelhas comem e sujam a água que as ovelhas bebem" !  (Ezequiel 34:19)


"Mais tarde, quando por causa do pecado, Adâo e Eva tiveram que deixar o jardim, Deus substituiu a árvore pelo sagrado dízimo, ..."   (Alejandro Bullón)

 





Bullón é um grande sínico e mentiroso, ou nunca leu o nome "Ellen White" na doutrina N.18 dos Adventistas do sétimo-dia  !!!

https://www.youtube.com/watch?v=VyTkcuZ1t30&t=20s

 




 

 


Vale a pena ouvir essa pregação !  (vale para todas igrejas)

CLIQUE:

https://www.youtube.com/watch?v=LHYEdWUD9oY




 

 

 

"O dom gratuito de Deus é a vida eterna."  (sem a pegadinha do dízimo)
Quem deveria ouvir e se enquadrar nessa pregação seria o pastor Alexandro Bullón, que na literatura Adventista teve a desfaçatez de afirmar que o dízimo é a 'árvore do bem e do mal' em nossos dias !!!

A Igreja Adventista sempre esteve errada na questão do dízimo ! --- Começou com 1%, passaram para 10%  e condicionaram a salvação ao pagamento de uma porcentagem do salário, contrariando o que nos ensina HEBREUS 7.   --- o dízimo de 1 % era chamado de BENEFICIÂNCIA SISTEMÁTICA, e Ellen White disse que agradava a Deus !!!
O dízimo na Igreja Adventista não é obrigatório, mas os que não pagam o dízimo são discriminados e não recebem cargos na igreja.
O dízimo se tratando de uma 'Lei Cerimonial', a aplicação de Malaquias, "me roubam nos dízimos e nas ofertas" é indevidamente usada após a morte de Jesus, confirmado em Hebreus 7:12 e 18.

Ellen White recomenda não orar por doentes que não pagam o dízimo !!!

TODO O CAPÌTULO DE HEBREUS 7 É UMA ALEGORIA DO DÍZIMO, que aponta Jesus da tribo de Judá, (Jesus que não era da tribo dos Levitas) e que não teve, que primeiro oferecer sacrifício pelos próprios pecados, como os sacerdotes tinham que fazer, oferecendo o sacrifício perfeito, que nos isenta de qualquer dívida !  ---  "A Salvação é dom gratuito de Deus".    (sem pegadinhas)

Os versos 12 e 18 de Hebreus 7, são definitivos ao afirmar que o dízimo acabou com a morte de Jesus.

Os 22 textos da Bíblia que falam sobre o dízimo, incluem como beneficiários os pobres, as viuvas, estrangeiros e finalmente TODO O POVO, e BULLÒN nos quer fazer crer que só o dízimo deles sobreviveu, e de frutos do campo converteram para dinheiro !!!

A PREGAÇÂO DO EVANGELHO PRECISA DE DINHEIRO ???  ---- Façam como na IGREJA PRIMITIVA, onde só haviam ofertas voluntárias, e a única oferta que se destinava a uma terra distante, foi quando os cristãos da Judéia passavam fome por cusa de uma seca !

"EM OUTRAS PALAVRAS, ..."
 
BULLÓN SE ATREVE DIZER, O QUE DEUS NÃO DISSE !!!


Veja a intimidação que o então Ministerial da Divisão Sul Americana da Igreja Adventista, Alejandro Bullón foi capaz de recorrer para arrancar o dízimo da sua igreja !!!

"Mais tarde, quando por causa do pecado, Adâo e Eva tiveram que deixar o jardim, Deus substituiu a árvora pelo sagrado dízimo, ..."


                             
Texto completo e comentários:

http://www.adventistas.com/marco2001/mil_reais_vers.htm







 


12  "Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." é incompativel com doutrina da Trindade e com o Mandamento:  "NÂO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM."
 








Apocalipse 14:9 a 12



"Grande voz" é incompativel com igreja que faz um acordo de amizade com o papado e

 

 e persegue pastores que pregam abertamente contra !



9Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão,    10também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.    11A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome.    12Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.   


 




O Papa Bento XVI em discurso afirma que a Igreja do 'Terceiro Anjo do Apocalipse' (Adventistas) fez um "Acordo Teológico" com o Vaticano !!!


Acesse direto no website do Vaticano, o discurso Papal em português: 
http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/speeches/2006/may/documents/hf_ben-xvi_spe_20060525_incontro-ecumenico_po.html


(veja no 9
º parágrafo)
O texto parcial desse acordo de amizade já esteve publicado no website da Conferência Geral por mais de ano, e chamamos a atenção aqui em nosso website.

" Neste momento, gostaria de mencionar: a assinatura, no ano 2000, feita também neste templo pela Igreja católica romana e pelas Igrejas associadas no Conselho Ecuménico Polaco, da declaração do reconhecimento recíproco da validez do baptismo; a instituição da Comissão para o Diálogo, da Conferência Episcopal Polaca e do Conselho Ecuménico Polaco, à qual pertencem os Bispos católicos e os Chefes de outras Igrejas; a instituição das comissões bilaterais para o diálogo teológico entre católicos e ortodoxos, luteranos, membros da Igreja nacional polaca, mariavitas e adventistas; a publicação da tradução ecuménica do Novo Testamento e do Livro dos Salmos; a iniciativa chamada "Obra natalícia de ajuda às Crianças", na qual colaboram as organizações caritativas das Igrejas: católica, ortodoxa e evangélica."



"Terceiro Anjo", não diz respeito a Igreja Adventista, que proibe seus pastores falar abertamente contra o papado !
"Terceiro Anjo", está falando de Herbert W. Armstrong que não era Adventista, (pregador da década dos anos 50) e certamente muitos pastores adventistas, que não se sujeitaram as imposições da Conferência Geral, de não pregar abertamente contra Roma.
Num programa radiofônico maior que a Voz da Profecia, Herbert W. Armstrong pregava abertamente contra a Igreja Católica.  --- Em 1953 Ennis Meier morava em New York e ouvia os seus programas radiofônicos.


Obviamente, "Terceiro Anjo" incluem também 'Adventistas Reformistas', que por não aceitarem estar sob administrações corruptas de 'Takoma Park' e 'Silver Spring' foram escurraçados da comunidade Adventista injustamente, que também pregaram contra o papado.





REJEITADOS PELA CONFERÊNCIA GERAL POR PREGAREM O QUE MANDA O TERCEIRO ANJO DO APOCALIPSE !

"E
mbora reconheça que sua congregação foi rejeitada pela Associação Geral Adventista do Sétimo Dia Sétimo-dia..."
 

https://news.adventist.org/es/todas-las-noticias/noticias/go/2001-05-28/el-capitulo-final-en-traje-adventista-marcas/


Revista Católica Publica Entrevista com o Pastor do Evangelho Eterno

Raphael Perez, pastor da Igreja do Evangelho Eterno, contou à Catholic Review (edição de 19/10/00) que se "sentia triste porque as pessoas entenderam mal nossa mensagem." Disse também que sua igreja tinha colocado 73 anúncios semelhantes em jornais de todo o país nos últimos nove anos. Um deles foi impresso no Washington Times em setembro de 1998, provocou resposta pública indignada do arcebispo de Washington,  Cardeal James A. Hickey, mas chegou a ser publicado nenhum pedido de desculpa do jornal.

Perez é um ex-católico, que freqüentou um seminário católico na República Dominicana durante dois anos. Ele disse à revista católica que juntamente com sua congregação não pretenderam ofender pessoalmente os católicos ou outros protestantes. Quiseram apenas atingir "o sistema", a igreja institucional. 

Embora reconheça que sua congregação foi rejeitada pela Associação Geral Adventista do Sétimo Dia Sétimo-dia, Perez disse que as citações bíblicas usadas no anúncio (a maioria delas do Livro de Apocalipse) estão todas acompanhadas por comentário retirado de literatura oficial adventista.

Ele disse que o anúncio foi direcionado principalmente aos membros da Igreja Adventista do Sétimo-dia como uma advertência para eles, sobre o que o pastor Perez chamou os "perigos de ecumenismo". "Não há nada em meu coração ou no coração de meus irmãos contra católicos ou qualquer um outro religioso; nós todos somos povo de Deus, 'filhos de Deus', como Ele próprio diz". 

http://www.catholicreview.org/articles2/TheSunapologizesforhatead.htm

Leia também:


 


 



Recentemente, o Pastor RAPHAEL PEREZ,  enfrentou uma Ação milionária e rumorosa na Florida !
Acbou sendo PROIBIDO JUDICIALMENTE, pela Conferência Geral de usar o nome 'Adventista', na sua campanha publicitária contra a Igreja Católica.


Ennis Meier comprava diariamente o jornal WASHINGTON POST e com os próprios olhos viu um 'anuncio de página inteira', financiado pela Conferência Geral Adventista, negando qualquer participação na campanha contra a Igreja Católica, promovida pelo Pastor Perez. --- O Pastor Perez dirige um dos muitos ministérios independentes que existem na Igreja Adventista nos Estados Unidos. Alguns, desses ministérios independentes são reconhecidos oficialmente pela Conferência Geral, podendo batizar e são considerados como parte da Igreja Adventista.


                             

Centenas de Displays foram colocados nas estradas americanas, advertindo sobre os enganos do papado, vigorosamente negados pela Conferência Geral Adventista, que IMPROPRIAMENTE se auto-denomina de 'Terceiro Anjo do Apocalipse' !!!  --- o objetivo era ratificar o acordo assumido.

A Igreja Adventista no ano 2000 fez um acordo de amizade com a Igreja Católica, cavado pelo então Presidente da Conferência Geral JAN PAULSEN, (nascido na Noruega) que foi aluno de teologia de
Joseph Aloisius Ratzinger, na Universidade Católica de TUBINGEM na Alemanha, mais tarde Papa Bento XVI. (amigo pessoal de Jan Paulsen)





II Tessalonisenses 2 (analizando o capítulo)

Apostasia só acontece em igreja verdadeira !  --- Antes da volta de Cristo só pode ser em 1980.
(não nos anos 300)
"Homem do pecado" trata-se de uma identificação óbvia. --- Sentar-se no 'Templo de Deus, querendo parecer Deus', significa a TRINDADE entrando na Igreja Adventista na Conferência Geral de Dallas, Texas, em 1980.
"adorar a besta e a sua imagem" (Apoc. 14:9 e 10) --- IMAGEM é uma representação perfeita, que no Apocalipse é objeto de adoração, e significa adorar o papa e tudo que ele representa: A TRINDADE !!!
A organização que representaria a 'Mensagem do Terceiro Anjo' não faz acordo de amizade com a Igreja Católica no ano 2000 !!!
A TRINDADE, trata-se de uma ostensiva violação do Primeiro Mandamento da Lei de Deus.
"Sai dela povo meu" é a adventência final para quem está ligado à organização que faz tratados de amizade com o papado.
Ezequiel 34 fala de "ovelhas espalhadas como num dia de nuvem escura." quando Jesus vai voltar para livrar as suas ovelhas dos pastores de Israel, que sujam a água, e pisam no pasto que elas comem !
"VOMITAR" (Apoc.3:16) é 'figura de linguagem' de rejeição definitiva !!!





Ennis Meier ter votado em branco nas eleições americanas constitue um paradoxo, pois votar nos US não é obrigatório.
Os envelopes entregues aos eleitores continham 2 folhas do (tamanho ofício) cheia de itens a serem respondidos, e como Ennis não levou óculos, colocou as cédulas na máquina de votação, sem preencher e logo acendeu um display: "BLANK" !!! 
A senhorita que auxiliava, estranhou e perguntou: - o senhor não votou em ninguém ??? --- Ennis, respondeu: - SIM, NÃO VOTEI EM NINGUÉM !

Por isso, ninguém pode responsabilizar Ennis Meier pelo que poderá acontecer ao mundo no próximo governo dos Estados Unidos !!!



No sábado pela tarde 22 último, convidaram Ennis Meier ir à igreja Adventista Internacional que fica ao lado da Conferência Geral, e quem estava pregando era Alejandre Bullón !!!
O foco da pregação era a sua campanha em Washington nas igrejas latinas daquela área. Os membros eram chamados a assinar um compromisso escrito em favor da campanha.

Numa campanha passada Bullón (há 12 anos) prometia batizar 300 pessoas e batizou 5 ou 6 e terminou com um almoço de confraternização de obreiros numa das mais luxuosas chuerrascarias de Silver Spring.
Meu primo participou da confraternização e contou que havia uma atmosfera de velório, pelo fracasso das conferências.
O churrasco terminou com uma 'guerra de amendoins', que acabou acertando a careca do Bullón, que inicialmente se enrrubreceu, mas terminou com uma gargalhada geral, desfazendo o clima reinante !

Hoje, Bullón mudou de técnica para converter almas à Corporação Adventista, e agora é pelo ESTÔMAGO !!!
Os adventistas devem oferecer bolos e tortas aos vizinhos, dando como exemplo Jesus que safifez a fome de seus ouvintes.
As almas devem ser atraidas pelo apetite, pela grandiosidade da Corporação Adventista, e das suas instituições, e não mais pelo amor de Jesus.

Os adventistas latinos, por serem imigrantes e estarem lonje da pátria, e em sua maioria isolados pela língua, são muito mais religiosos e emotivos que os adventitas americanos, sendo comum dizerem AMEM, AMEM, AMEM, e alta voz, durante a pregação, a cada palavra do pregador que lhes causa emoção.
Latinos são a única classe em que a Igreja Adventista apresenta um modesto crescimento nos Estados Unidos, e isso diz respeito ao país onde 90% dos dízimos são recolhidos !

Nos dias seguintes Ennis teve oportunidade de trocar argumentos com um pastor latino recem formado na Andrews University, que enaltecia os conselhos de saúde da profetisa do adventismo.
Duvidou que Ellen White em seus "TESTEMUNHOS PARA A IGREJA VOLUME I", tivesse aconselhado os obreiros comer carne de porco !  --- Como na oportunidade não havia acesso à Internet, Ennis pediu o seu e-mail para enviar as fotos tiradas no 'White Estate' de livro ORIGINAL, que mesmo de forma insistente não foi atendido.
O currículo da Andrews, não capacita aos pastores, mais que defender o lado positivo dos conselhos, copiados dos 'Almanaques' (tipo 'Biotônico Fontoura') distribuidos gratuitamente nas farmácias da época.





Veja aqui a prova que Ellen White não foi inspirada por Deus e siquer conhecia o que a Bíblia diz em Isaias sobre comer carne de porco.

 

   


 

 

Tradução do texto mostrado abaixo  :

"Aqueles que trabalham com suas mãos tem que nutrir seu vigor para fazer o seu trabalho, e também aqueles que trabalham com a palavra e com doutrina devem nutrir sua força. Satan e seus anjos maus estão preocupados com eles para debilita-los.  Devem descançar o corpo e a mente do seu trabalho sempre que podem e devem comer alimentos fortes e nutritivos para aumentar o seu vigor ; aqueles que devem exercer todo o vigor que possuem.  Eu ví que isso não glorifica a Deus e para ninguém do seu povo, criar problemas para sí próprios. Está para vir um tempo de problemas e o povo de Deus deve se preparar para esse temido conflito.
Eu ví que seus pontos de vista concernente a carne de porco, não provam causar nenhum mal se você as tiver para sí mesmo;
mas no seu julgamento e opinião fizeram dessa questão um teste, e as suas ações mostram plenamente a sua fé nessa questão.

Se Deus quiser que seu povo se abstenha da carne de porco, Ele vai convence-los sobre essa questão. Ele está desejoso para mostrar a seus filhos honestos o seu dever, e mostrar o dever para aqueles que não tem o peso da responsabilidade.
Se a igreja deve se abster da carne de porco, Deus vai mostrar para mais do que que dois ou três. Deus vai mostrar a sua igreja o seu dever.

Deus está guiando seu povo e não a indivíduos isolados, aqui e alí; uns crendo e outros não."


Na nota do final da página 206 diz: Esse extraordinário testemunho foi escrito em 21 de Outubro de 1858 aproximadamente 5 anos antes da grande visão de 1863 na qual a luz sobre a reforma de saúde foi dada.
Quando veio o tempo certo, o assunto foi tratado para mudar todo o seu povo. Quão maravilhosa e a sabedoria e bondade de Deus. Como hoje parece errado ao povo, o sal, leite e açucar, era a questão do porco em 1858. (nota colocada na segunda edição por J.W.)


Para o marido de Ellen White, até numa situação embaraçosa como essa, usa a expressão "extraordinário testemunho"  !   (J.W.)


 

 
   




 

   



 

  Ellen White nunca tinha lido o que a Bíblia diz em Isaias 65:2 a 4 .... e Isaias 66:17
Edições posteriores e traduções foram corrompidas.

Ennis Meier copiou do livro original na Biblioteca da Conferência Geral em Silver Spring.
 
 


 

           








O 'Centro White' responde as acusações do adventistas.net
http://centrowhite.org.br/perguntas/aspectos-da-igreja-adventista-e-sua-estrutura-administrativa/

Entre as desculpas mais imbecís, veja essa:
 

"E por que, então, o endereço do “site” dessa entidade está no “Adventist Conection”, site pertencente à Andrews University, da Igreja Adventista?"

"A razão são as rígidas leis americanas contra qualquer tipo de discriminação contra grupos ou indivíduos. Como o “Adventist Conection” é um site que inclui as entidades que, de alguma maneira se relacionam com os adventistas, nem que seja só no nome, a exclusão da referida entidade pode trazer imprevisíveis conseqüências jurídicas."



Como se os elogios à "agremiação homosexual "Seventh-day Adventist KINSHIP" na revista
Ministry (novembro de 1996) também fossem uma imposição das Leis Americanas.
Todos os argumentos do Centro White, quando não são frontalmente mentirosos, distorcem a verdade.


A Lei americana ou brasileira permitem escrever na Internet o que bem entender, desde que não injurie alguém. --- Ninguém é obrigado a divulgar websites alheios !



A MINISTRY apresenta uma "Interpretação alternativa" da Bíblia !!!

     
                            
                         

 

Ministry, novembro de 1996
                          
             https://www.ministrymagazine.org/archive/1996/11/
(arquivo em novo formato)

 

 

      Recorte da página 11
  wpe93412.gif (86009 bytes)  


 

 



 

Tradução da página 11 da MINISTRY, novembro de 1996

(recorte do original visto acima)
 

 " Outra organização Adventista para homosexuais é a Kinship. Porque muitos de seus membros adotam uma interpretação alternativa das escrituras e acreditam que a relação homosexual é aceitavel para eles, a igreja Adventista não reconhece oficialmente a Kinship. A despeito desses inconvenientes,  a organização provê algo que a nossa igreja não oferece - Uma atmosfera amoravel para os homosexuais que amam a sua igreja, mas não acham saída para a sua orientação. ................Eles tem que sentir um caloroso apôio por parte dos outros membros da igreja, que entendem que, os que estão empenhados numa séria luta contra o pecado, podem não ganhar todas as batalhas. Nós devemos mostrar a eles  o mesmo perdão e paciência, igual aos que ocasionalmente cedem ao orgulho, ciûmes e desvios heterosexuais."
 

A revista para pastores Adventistas MINISTRY afirma que a Kinship é um "INSTRUMENTO LIDER para conduzir os homosexuais a Cristo".  --- No website da agremiação diz que a Bíblia ou Ellen White, não condenam o homosexualismo !!!
Veja o que diz a Ministry:

"...In
cluding some in the Kinship organization who had been instrumental in leading him back to Christ." 

https://www.ministrymagazine.org/archive/1996/11/compassion-an-alternative-lifestyle

 

http://www.sdakinship.org/pt/

 




NOTA: A Conferência Geral, mais que uma vez enviou representantes oficiais, à acampamentos dessa agremiação.
Will Eva, Redator Chefe da Ministry, e um dos diretores da Associação Ministerial de GC compara uma ABOMINAÇÃO a pecados triviais, como orgulho, ciumes, etc.
A organização Adventista já perdeu na Justiça uma Ação Judicial pelo nome da Kinship. --- O nome "Adventista" é palavra de Dicionário, e qualquer um pode usar, desde que não caracterize uma igreja,

Clique para ver como funcionam as denúncias na Conferência Geral.


 


 



 

 

     O DÍZIMO É UMA ENGANAÇÂO !!!
--- Uma dívida que já foi paga por Jesus.

Discípulo de Jesus é ser um anunciador do Evangelho, ou um mero financiador ?

Na verdade o seu dízimo é empregado minimamente em Evangelização na IASD,
Mantém uma gigantesca máquina administrativa, que precariamente atende as igrejas.  --- Milhões de dólares anualmente são aplicados na Bolsa de Valores de New York para servirem de Lastro das Companhias de Seguro da organização Adventista, visando unicamente maior lucro no comércio de Seguros. (um negócio paralelo para enriquecer os administradores. --- no mesmo prédio da Conferência Geral, em Silver Spring trabalham cerca de 100 "pastores", técnicos em seguros gerais)
Até no Brasil, você pode segurar o seu carro, através da organização Adventista !!!

VEJA:
  http://www.mentirabranca.info/

http://armsulamericana.com/membros-da-iasd-podem-fazer-a-contratacao-rapida-de-seguros-de-eventos-e-excursoes

http://noticias.adventistas.org/pt/noticia/institucional/corretora-de-seguro-da-igreja-adventista-disponibiliza-contratacao-on-line-de-seguros-de-eventos-e-excursoes//

http://www.seguros-online.eu/search/seguro-unibras-iasd/



O principal do dinheiro arrecadado, é para manter uma obsoleta máquina administrativa criada em 1903, para atender as comunicações e transportes daquela época.
Os números gastos em Evangelizaação, nunca chegam ao conhecimento dos membros da igreja. A AUDITORIA É IMORAL, feita pela própria administração, em que ninguém tem acesso. --- Veja o testemunho do Pastor Enoque de Oliveira no final desse bloco..

O Dízimo, um 'imposto exclusivamente agrícola', teria sido a única Lei Cerimonial a sobreviver ?
O dízimo era uma das 613 ordenanças que foram extintas com a morte de Jesus.

Os mais de 20 textos bíblicos falam que o dízimo era só para os sacerdotes ? --- a administração se desculpa alegando que haviam vários dízimos, mas então onde ficou o dízimos em que as viuvas e pobres, e todo o povo eram os titulares do benefício ? (sobrava algum dízimo para os donos da terra ?)

Se o dízimo fosse uma ordem permanente, certamente estaria entre os 10 Mandamentos da Lei de Deus.
Na igreja primitiva só haviam ofertas voluntárias, e há uma única referência em que o dinheiro se destinava a outros lugares, foi quando houve seca na Judéia e os cristãos passavam fome.


Hebreus 7:   
(prefira a tradução João Ferreira de Almeida)
 Leia com atenção o capítulo inteiro, (verso por verso) especialmente os versos 12 e 18.

Trata-se de uma alegoria do dízimo, que começou com Abraão, terminando com Jesus. (o dízimo já tinha sido instituido antes do povo judeu)
Jesus que era da tribo de Judá, (Jesus não era da tribo dos Levitas) ofereceu um sacrifício perfeito, e não teve como os Levitas, que primeiro tinham que oferecer sacrifício pelos próprios pecados. --- mostrando assim, que Jesus pagou plenamente todas as nossas dívidas.
A salvação é absolutamente gratuita, sem ter que pagar nenhum imposto ! 

---
"o dom gratuito de Deus é a Vida Eterna", (Romanos 6:23)

Hebreus 7 culmina com 2 afirmações incisivas e claras, que O DÍZIMO FOI EXTINTO.


*
Quem era Melquizedeque com atribuições divinas, é uma incógnita.
 



O Pastor Enoque de Oliveira, faz alguns anos foi Diretor Mundial do Evangelismo da Conferência Geral.
O primo do Ennis Meier, Pastor Humberto Meier (ambos já falecidos) durante mais de 30 anos foi pastor de igrejas Latinas daquela região, e por ter nascido no Brasil, embora fosse argentino de formação, sempre saudava o Pastor Enoque de Oliveira cada vez que se cruzavam, por se tratarem de patrícios.

Num desses encontros, o Pastor Enoque disse ao Pastor Humberto:
--- Estou pedindo demisssão para o chefe, vou embora !   O orçamento destinado a Evangelização é ridículo e não dá para fazer nada, diretor de coisa nenhuma !

Num encontro pouco tempo depois, o Pastor Enoque disse ao meu primo: - O chefe (Folkemberg) pediu para eu ficar até a próxima Conferência Geral.
 

(sem falar em doutrinas anti-bíblicas da Igreja Adventista)

Hoje a IASD é uma aberração administrativa, cheia de superposições, estrutura administrativa criada em 1903, para as comunicações e transportes da época, com uma auditoria imoral feita pelos próprios pastores, onde o membros não tem acesso !
(no nível administrativo das associações dá acesso às contas, mas nos níveis superiores é uma das igrejas mais secretivas, empregando o dízimo em negócios para enriquecer os administradores)

As UNIÕES constituem uma duplicação administrativa, que nada contribuem para a eficiência do sistema e uma cultura de marajás e previlégios.
Uma vez na União o obreiro se considera superior, e estaria sendo rebaixado se tiver que voltar a ser pastor de igreja.  --- Só na Divisão Norte Americana o orçamento das Uniões excede a dez milhões de dólares anualmente.

 
Apenas 5% dos pastores cuidam das igrejas, e o restante forma uma gigantesca estrutura administrativa em que o foco das atenções é a administração. --- quem sabe rudimentos de aritmética será capaz de acompanhar a nossa lógica, que um Pastor Distrital cuidando de apenas 6 igrejas, provam a nossa tese dos 5%.  (aguarde, vamos recorrer as estatísticas da organização Adventista)



Vamos demonstrar que a Igreja Adventista, com uma arquitetura administrativa de 1903, planejada para as comunicações e transportes da época, é um verdeiro "elefante branco", em que incríveis 5% (cinco por cento) dos pastores efetivamente tomam conta das igrejas. --- Há uma desnecessária superposição de níveis administrativos, em que os pastores em vez de estarem nas igrejas, elas são cuidadas por anciãos da própria igreja, e um "Distrital" cuida de 5. 8, 10 e até 20 igrejas no Nordeste do Brazil.  --- Na África, quando o Distrital retorna, um ano depois, a igreja já debandou !

Os pastores encontram-se apinhados na Associações, onde em algumas capitais há duas ou três, com até 20 Departamentais, com ár condicionado e Internet, e visitar os membros da igreja, com excessão dos mais abastados, é coisa de 40 anos atrás !

A distribuição dos pastores é EXCLUSIVAMENTE baseada no interesse financeiro nas igrejas, e não do número de membros.  --- Igrejas em que os membros são ricos, como Moema em São Paulo, Spencervile, e Sligo em Maryland, tem 3, 5 e 7 pastores, quando uma igreja de latinos próxima, por ser pobre, um pastor aparece uma vez por mês.


Nos Estados Unidos a organização Adventista negocia com a Marca Reistrada, "IGREJA  ADVENTISTA".
Um pregador talentoso faz um grupo de pregação, e a uma certa altura encontra o preconceito de adventistas da vizinhança adventista, ele negocia com a administração para por a placa na porta: "Igreja Adventista".  (racham o dízimo)

As 3 igrejas brasileiras das redondezs da Conferência Geral, eram alugadas de igrejas protestantes.
A igreja Adventista latina da Ave. New Hampshire & Venice, distante 3 Km da Conferência Geral, aos domingos é alugada para uma igreja protestante coreana. Até o auditório da livraria ABC distante 2 Km da Conferência Geral, aos domingos estava alugada para uma igreja protestante.

Recentemente membros de uma igreja latina da região CG pediram um pastor tempo integral, e foram informados pelo pastor regional (primo do Ennis Meier) que eles não preenchiam o limite mínimo da organização, de 10 mil dólares mensais de dízimo. (pagam 2 mil dólares ao pastor e ganham 8 mil dólares)

Lembro muito bem quando no Brasil, meu pai dizia claramente que o critério da organização para uma igreja ter um pastor era pagar 10 vezes o salários de um pastor.
"Caras de Pau". pois pagando o salário do primeiro pastor, já deveria ser um direito da igreja.

 

=

 
  Embora a Igreja Adventista pregue algumas verdades, e uma porção de erros, o que se conclue é que a Bíblia não identifica nenhuma igreja, ou organização religiosa, que as pessoas obrigatoriamente tenham que se filiar, para serem salvas.
("não deixando a congregação como alguns", referia-se ao tempo dos apóstolos e não a uma igreja POLITEISTA que já não adora o verdadeiro e único Deus --- "onde dois ou três se reunirem, alí estarei no meio deles")


Ao contrário, Ezequiel 34 nos diz que "as ovelhas estariam espalhadas como num dia de nuvem escura," e não fala de alguma organização do povo de Deus. --- todos os argumentos apresentados pela Igreja Adventista para se identificar dentro da Bíblia, carecem de fundamentos.
Jesus não deixou "chefias" entre seus discípulos, e a autoridade da igreja primitiva era sempre da comunidade, e não de indivíduos que se sucediam fazendo política, objetivando principalmente administrar o dinheiro recolhido.

Embora Ellen White seja uma das fundadoras da Igreja Adventista, ela veio para mistificar uma igreja que buscava a verdade e que inegavelmente, por algum tempo, poderia ter sido identificada como tendo uma doutrina baseada nas verdades da Bíblia.

Não obstante, a guinada de 1980 de 180 graus para a doutrina Católica da Trindade, foi um fator determinante, para provar que essa igreja não é verdadeira, ou no mínimo, APOSTATOU !
Além de erros menos significativos como o Juizo Investigativo, o dízimo da forma como foi imposta, o fato de ter uma segunda bíblia, (os livros de Ellen White) e finalmente se tornar uma corporação, meio igreja e meio comercial, desfiguram qualquer tentativa de se identificar como sendo uma igreja verdadeira.
Na igreja primitiva as ofertas eram unicamente voluntárias e não toleravam os mercadores do templo.

Os Evangelhos apontam Jesus.  --- não uma organização composta de púlpitos cheios de pastores, e um conglomerado de imponentes prédios e edifícios.

 
 


 

O LEGALISMO de Ellen White, no "O Grande Conflito", (pg.425)  contaminou e confundiu a teologia Adventista com a pregação:
                 "Somos salvos pela graça mediante as obras"

ERRADO !!!     Somos salvos exclusivamente pela graça de Cristo.
Os Adventistas chegam a criticar os protestantes por se acharem SALVOS POR CRISTO, e que são salvos unicamente pela craça de Cristo, mas isso se deveu ao fato de porem a Bíblia de lado e seguirem a profetisa White.
Obviamente, quem se encontra salvo por Cristo, OBEDECE e SEGUE À CRISTO. ---
"Pelos seus frutos os conhecereis."
 
"SEM MEDIADOR"
"PRÓPRIO ESFORÇO"

(a versão Adventista do PURGATÓRIO)

     O Grande Conflito pg.425
"Os que estiverem vivendo sobre a Terra quando a intercessão de Cristo cessar no santuário celestial, deverão, sem mediador, estar em pé na presença do Deus santo. Suas vestes devem estar imaculadas, o caráter liberto de pecado, pelo sangue da aspersão. Mediante a graça de Deus e seu próprio esforço diligente, devem eles ser vencedores na batalha contra o mal. Enquanto o juízo investigativo prosseguir no Céu, enquanto os pecados dos crentes arrependidos estão sendo removidos do santuário, deve haver uma obra especial de purificação, ou de afastamento de pecado, entre o povo de Deus na Terra. Esta obra é mais claramente apresentada nas mensagens do capítulo 14 de Apocalipse. "

 



Jesus:
"Em verdade, em verdade vos digo: Quem houve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juizo, mas passou da morte para a vida." João 5:24

 
 

                          
A
opção é entre crer nas palavras de Jesus, ... ou viver na 'corda bamba' do Juizo Investigativo da profetisa do adventismo, que a qualquer momento o seu nome pode ser riscado Livro da Vida.   ...e segundo ela, até os pecados esquecidos nos impedirão entrar no céu !!!

Jesus disse:-

"Deixo-vos a paz, a minha
paz vos dou, não vo-la dou como o mudo a dá. Não se turbe o vosso coração, mem se atemorize."

 

Jesus disse:
"Em verdade, em verdade vos digo: Quem houve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juizo, mas passou da morte para a vida." João 5:24

 

Ellen White, negando frontalmente o que Jesus dsse no Evangelho de João 5:24:
" ... não deve nunca atrever-se a dizer: "Estou salvo"  - Mensagens Escolhidas 1 pg 314


J

 


 


       SALVAÇÂO PELAS OBRAS !!!
“Santificar o sábado ao Senhor importa em salvação eterna.”

 
Ellen G. White
    Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 23


 

  Ellen White depois de blasfemar contra Deus, escrevendo que a data de 1844 era um engano, em que "Deus com a sua mão tinha ocultado erros nos cálculos de Guilherme Miller", ela mais tarde procurou dar significado à data, inventando o JUIZO INVESTIGATIVO, em que afasta Jesus como Mediador do homem.

A arrogância dessa mulher, ao dizer que "tudo o que ela escrevia provinha do Trono de Deus, não encontra paralelo nos profetas da Bíblia.

Muito pior que Ellen White, tem feito a organização Adventista, apontando a profetisa "como uma continua fonte de verdade", (vide doutrina Nº 18 da Igreja Adventista)
 

Capítulo 18 - O Dom de Profecia

Um dos dons do Espírito Santo é a profecia. Este dom é uma característica da Igreja remanescente e foi manifestado no ministério de Ellen G. White. Como a mensageira do Senhor, seus escritos são uma contínua e autorizada fonte de verdade e proporcionam conforto, orientação, instrução e correção à Igreja. Eles também tornam claro que a Bíblia é a norma pela qual deve ser provado todo o ensino e experiência. Razões Bíblicas|Joel 2:28 e 29; Atos 2:14-21; Heb. 1:1-3; Apoc. 12-17; 19:10



 
  Ellen White foi a profetisa Falsa, aquela que pregou 5 anos que a PORTA DA GRAÇA TINHA SIDO FECHADA EM 1844, e veio para contrariar o que Jesus disse.

Graças a seu marido James White (Presidente da igreja em 3 períodos) e mais tarde, graças ao paladino da Doutrina da Trindade, Francis M. Wilcox, Ellen White se tornou a SANTA da IGREJA ADVENTISTA.

A meia centena de Casas Publicadoras Adventistas, ao redor do mundo, não publicam a Bíblia, (exceção a THE CLEAR WORD) e se dedicam inteiramente a publicação e distribuição dos Livros de Ellen White.


Até 1990 as publicadoras pagavam Royalties à família White, aos filhos, netos e bisnetos, por força de um Testamento deixado pela profetisa.


 
 



 

 

www.youtube.com/watch?v=5De3ZPPhrKc



O Pastor Alejandro Bullón deveria ver esse YouTube e ter vergonha de estar afirmando que Ellen White é igual a Bíblia !!!



 

Dale Ratzlaff, ex pastor Adventistas, apresenta argumentos interessantes contra Ellen White. (Lamentavelmente em inglês)
Ele conclue que um ex-Adventista acaba virando agnóstico, tamanho é o impacto ao saber que Ellen White é uma profetisa falsa.  --- Fato que não ocorre em outras religiões, quando membros abandonam a igreja.

Os argumentos contra o Juizo Investigativo são  devastadores !
Contrariam as palavras de Jesus e fazem do juizo de Deus uma exceção.
Muitos já foram ao céu sem passar por esse julgamento, supostamente iniciado em 1844.


Absolutamente, não concordamos com os argumentos desse ex-pastor sobre o sábado, que seria uma Lei para os Judeus.

Também não queremos dizer que Ratzlaff esteja errado ao criticar Ellen White, por ter colocado o sábado, como O PRINCIPAL DOS MANDAMENTOS.


Jesus, deu a "dosimetria" certa para a guarda do sábado: - Obediência sem fanatismo.

 




 


 











https://www.adventist.org/en/beliefs/

A Doutrina Adventista se comporta como o Camaleão !
- A Trindade é escondida em Israel. (veja website acima)
- Aborto é praticado em Hospitais Adventistas nos Estados Unidos, onde é legal. (acusa o maior jornal da Capital dos Estados Unidos, Washington Post)
- Poligamia é permitida no Norte da África.
- MORAL nas igrejas Latinas é coisa séria.
- MORAL e DIVÓRCIO em igrejas de americanos caucasianos é frouxa.
- A "Seventh Day Adventist Kinship" (organização homosexual) tem 'Livre Trânsito' em colégios Adventistas dos US, e temos um número da revista Ministry, onde essa organização é elogiada)
- DIZIMO é sagrado para o membro da igreja, mas a administração pode aplicar dízimo na Bolsa de Valores de New York, como LASTRO em Companhias de Seguros.
- Na Ilha de SAMOA, a Conferência Geral está obrigando os Adventistas guardar o DOMINGO e trabalhar no Sábado !!!
Os Adventistas que querem guardar o sábado original, estão proibidos de usar as igrejas, pela Justiça Local, em Ação Judicial movida pela Conferência Geral.
 

Adventistas de 50 anos atrás lembram da pregação dos pastores Adventistas, que havia um projeto na ONU de mudança do Calendário, em que todos os meses teriam o mesmo número de dias, e o sábado original cairia todos os anos em dias diferentes. --- O conselho veemente aos Adventistas, era que se mantivessem fiéis ao sábado ORIGINAL. --- agora na mudança do Fuso Horário na ilha SAMOA, a ordem do TED WILSON é trabalhar no SÁBADO original e guardar o DOMINGO !!!






 

  A arrogância da dinastia "WILSON "

TED WILSON, o herdeiro da dinastia Wilson.

O irmão de Ted Wilson é o único fornecedor do Hospital de LOMA LINDA e ganha todas as concorrências, segundo o jornal Los Angeles Times.
(equipamentos de 200 milhões de dólares)



O pai, Neal Wilson  se recusava ouvir pastores com reivindicações !

Certa ocasião pastores desfilaram uma semana inteira na frente da Conferência Geral, na neve ! --- Apenas queriam ser ouvidos pelo PRESIDENTE.

(A acusação foi feita num almoço de sábado, na casa de um pastor da Associação Potomac, por uma funcionária da CG, onde estavam presentes, Ennis Meier e o Diretor do White Estate)






 
TED WILSON, da mesma forma como foi ditatorial, proibindo Ennis Meier entrar no prédio da Conferência Geral, para continuar as pesquisas que vinha fazendo, se mostra arrogante ao brigar na Justiça, com os Adventistas da Ilha de SAMOA. 
Ted Wilson se recusou a dar explicações ao Ennis Meier, e só telefonou querendo saber a que igreja Ennis pertencia !!!
Esse foi o tratamente dado a um Adventista batizado há mais de 50 anos. (na época)
Nunca excluiram Ennis da Igreja, porque os Direitos Constitucionais dos Estados Unidos, punem severamente aqueles que violam o direito de expressão.
Se os Adventistas de Samoa entendem que devem guardar o sábado original, é um direito, e não lhes poderiam proibir de congregar nas igrejas no dia que sempre se reuniram, e que eles mesmos construiram. --- essa arrogância de Ted Wilson, Ennis Meier conheceu em 30 minutos em um diálogo por telefone.


NOTA:
Ennis Meier nunca publicou nenhuma matéria dos arquivos, ou bibliotecas da Conferênia Geral, que não tivesse pago US$0.20 (vinde centavos de dólar)  por cópia Xerox, tirada pelos próprios obreiros da Conferência Geral.
A proibição da entrada, foi "pelas coisas que estava publicando na Internet."




 
 
Os Adventistas agora na ilha de SAMOA guardam o domingo, por ordem da Conferência Geral !



(Lógica elementar)

Para a TRINDADE ser verdade, teriam que provar que os judeus no passado foram trinitarianos. --- No passado o judeus foram o POVO DE DEUS. 

Muitos dicionários, apresentam entre os exemplos e sinônimos do paganismo:  "Politeismo = Paganismo".
Seria o expediente de usar nomes da Bíblia, que mudaria a natureza do politeismo ou do paganismo ?

 



 

  TRINDADE NÃO ENGANA JUDEU ! 
(Em Israel é preciso esconder a doutrina Adventista)
Um dos lugares mais inóspitos para a Igreja Adventista, e onde menos cresce, é no Estado de Israel. --- a despeito de terem que esconder a doutrina Adventista da TRINDADE.

A rejeição da Trindade entre os judeus tem raizes milenares, porque o judaismo está fundado no ÚNICO DEUS. (Israel era cercado por povos pagãos e politeistas)

O mundo ocidental já se acostumou com o conceito da Trindade, e não sabe distinguir o que é POLITEISMO. 

--- No mundo evangélico, o povo é enganado por sofismas, iguais a promoções de 'artigos de toucador !'   (Três em um, ... um em três, etc. etc.)

Os livros sagrados dos judeus, se conservam inalterados há milênios, o que não acontece com o NOVO TESTAMENTO.

O NOVO TESTAMENTO foi juntado pela Igreja Católica, guardado pela Igreja Católica, e veio até nós através da Igreja Católica.
Embora a indiscutivel importância do Novo Testamento, de onde cohecemos a história de Jesus, o próprio "BIBLE INSTITUTE" da Conferência Geral dos Adventistas, nos adverte dos riscos !


 

"VARIANTES TEXTUAIS", uma 'areia movediça' no coração do cristianismo !
Pastores Adventistas, com um precário conhecimento do grego antigo, em vão discutem sobre o significado dos textos, quando há originais para todos os gostos !

A afirmação por quem conhece a origem do Novo Testamento é DEVASTADORA, embora não concordemos com as conclusões do Dr. Ángel M. Rodrigues, que essas alterações não comprometem a verdade, haja visto o exemplo do texto que ele cita como falso.
 

Ángel M. Rodriguez
"Segundo. Existen más de 5.000 manuscritos griegos del Nuevo Testamento y al comparar uno con otro, el investigador encuentra adiciones, eliminaciones, y otro tipo de cambios. A esta realidad se la define como variantes textuales."

http://www.adventistbiblicalresearch.org/preguntasbiblicas/textobiblicoconfiable.htm      

Quem é batizado na Igreja Adventista faz mais de 70 anos, lembra muito bem o que se ensinava naquela época:
"Há erros na Bíblia e temos que aprender a localiza-los,"  

Se a integridade da Bíblia fosse automática, e devesse a um ato divino, no último parágrafo do Apocalipse não teria a advertência contra os que corrompem a Bíblia.       

Já explicamos aqui, a maldição de Deus, "Esconderei o meu rosto de tí" quando Moisés quebrou as táboas da Lei, ao descer do Monte Sinai e se deparar o povo adorando o boi apis. --- Em poucos dias esqueceram as maravilhas que tinham acabado de acontecer,

A maldição divina, era para ser lembrada cada vez que povo voltava a adorar um deus estranho. (TRINDADE)

Lembrar que Deus se comunicava "cara a cara" com o homem, e pela rebeldia do homem, mais tarde só atravéz dos profetas. --- Hoje, Deus se comunica através de uma tradução, de muitas traduções: A BÍBLIA. (TOTALMENTE, significa exatamente o que ocorre hoje)

Deuteronômio 31:18
"Esconderei pois, totalmente o meu rosto naque dia, por causa de todos os males que ele tiver feito, por se haver tornado para outros deuses."


50 anos antes de ENNIS ler o artigo do Dr. Ángel Manoel Rodrigues, eu perguntei a minha mãe, Evangelina Meier, de onde nos veio a Bíblia ???
Minha mãe quase sabia a Bíblia de memória. Não conhecí alguém mais erudito e informado sobre a Bíblia e as Doutrinas Adventistas. (Estudou 7 anos no CAB)
Lamentavelmente, ela acreditava em Ellen White, porque naquela época não havia Internet, e toda fonte de informação vinha da organização.
ONDE NÂO HÁ O POSTULADO FUNDAMENTAL DA JUSTIÇA, "O CONTRADITÓRIO", NÃO SE CHEGA À NENHUMA VERDADE !!!

Minha mãe me respondeu:
"O que se sabe é que o Novo Testamento veio da Igreja Católica, mas não se conhece nenhum original dos Evangelhos. --- Há mais perguntas do que respostas."

 

Mais uma vez a Verdade é escondida dos membros da Igreja Adventistas ?
Quando o Dr. Ángel M. Rodrigues se aposentou, tiraram a página acima do website do 'Bíble Institute'.   --- Por mais de 1 ano essa página não existia mais. Felizmente voltaram a mostrar a verdade.


A revelação feita por Dr. Ángel M. Rodriguez, ex-diretor do Bible Institute da Conferência Geral, (chileno, que esteve recentemente no Brasil) é extremamente grave, embora as suas INACEITÁVEIS CONCLUSÕES, de que essas "variantes" e corrupções do Novo Testamento não desfiguram a verdade.

Os milhares de "Originais" do NOVO TESTAMENTO, que nada tem de originais, espalhados pelos museus do mundo, que se contradizem, nos levam ao seguinte pardoxo:

Os tradutores, editores e impressores da Bíblia, Sociedades Bíblicas e afins, não querem ver seus livros mofando nas prateleiras.
Se eles se basearem nas traduções de William Tyndale, vão ser logo criticados  e rejeitados pelo mundo evangélico. (tal como a Bíblia das Testemunhas de Jeová)

Esses tradutores evangélicos vão sempre escolher originais que tenham pouca rejeição no mundo evangélico.
Na realidade, as traduções do NOVO TESTAMENTO tem seus "originais" escolhidos ao sabor do mundo evangélico, e não pela coerência com o Velho Testamento.
Os chamados "originais" tiveram origem séculos após terem sido escritos.
No NOVO TESTAMENTO que conhecemos hoje, encontramos frontais discordâncias com o Velho Testamento.

Ao ler o livro do Apocalipse, há que se perguntar, por que não há menção do Espírito Santo na Nova Terra, e os '7 Espíritos de Deus' mencionados em Apocalipse 4:5 não fazem parte do panteão de deuses do NOVO TESTAMENTO ???

O panteão Adventista, deveriam ter pelo menos 10 deuses, inclusive Melquizedec, descrito em Hebreus 7.  --- Politeismo é tudo acima de um único Deus.



PARÁFRASE
"A PALAVRA DE DEUS", agora é a palavra de Jack J. Blanco !

Pouca gente sabe o significado da palavra e qual a sua relação com a Bíblia.
Entre vários significados, seria escrever uma Bíblia com as próprias palavras.
Obviamente, não seria inventar uma nova Bíblia !

No estudo da Bíblia encontramos as BÌBLIAS PARALELAS,  como um CD que tenho com 15 Traduções, lado a lado, onde se pode comparar uma tradução com outra.

Encontramos os chamados de INTERLINEARES, que são traduções LINHA POR LINHA dos originais hebráicos e gregos, sem se preocupar com a retórica.

Nos Interlineares, se o original não tem sentido, (que aliás são muito frequêntes) fica como aparece no original, SEM SENTIDO.

As traduções comuns, João Ferreira de Almeida, Bíblia de Jerusalém, etc. o tradutor procura dar sentido à tradução, mesmo que no original o texto seja inconclusivo.

Nas livrarias das associações e igrejas, nos Estados Unidos, você vai encontrar as PARÁFRASES, que são verdadeiras profanações do livro sagrado.
A Principal dessas profanações, pouco conhecida no Brasil, por não ter sentido uma tradução para o Português, é a THE CLEAR WORD, da autoria de um professor de Universidade Adventista, que na realidade foi patrocinada, imprimida e distribuida pela administração da IGREJA ADVENTISTA.
Essa Paráfrase põe virtualmente Ellen White dentro da Bíblia.

Os membros da Igreja Adventista nos Estados Unidos, em quantidade surpreendente, estão substituindo as traduções comuns, como KING JAMES, pela THE CLEAR WORD.
(aguarde, vamos continuar)




 

 
  A maior parte das traduções das Bíblia modernas, tem raizes na 'Vulgata Latina', traduzida para o Latim por São Jerônimo, a mando do Papa Damasso I.
William Tyndale morreu numa fogueira por ordem do Rei da Inglaterra, por ter feito uma tradução para o inglês, corrigindo erros da Vulgata Latina.

O Novo Testamento de William Tyndale não agrada ao mundo protestante, porque contém verdades, por eles contestadas.
 




                                   
A "inspiração" de Ellen White era baseada no livro dos outros !

O título divino, "Espírito de Profecia", inventado por F.M. Wilcox, bastou para que 2 textos servissem de cunha para o diabo intruzir a doutrina católica da TRINDADE na Igreja Adventista.


Um texto do livro DESEJADO DE TODAS AS NAÇÕES , da autoria de Ellen White, plagiado de autor contemporâneo, que contradiz tudo o que Jesus disse sobre a sua dependência e relacionamento com o Pai.

Ellen White foi desterrada para a Austrália aos seus 60 anos, sob o pretexto de pregar o Evangelho no Continente, mas na realiade incomodava e interferia constantemente na administração da igreja. O deterro aconteceu apenas 1 ano após a morte do marido, James White, que durante os 3 períodos que foi Presidente da igreja, ignorou e tolerou os 5 anos que sua mulher pregou ter tido uma Visão que a Porta da Graça tinha sido fechada para o mundo em 1844.  --- O prestígio da profetisa era baixo, e as recomendações "Deus me mostrou" não tinham nenhum crédito pela administração.

O DESTERRO, foi a saída honroza para uma profetisa FALSA, que por 5 anos mentia para a igreja.

 




A IGREJA ADVENTISTA RENUNCIOU O  MANDADO DO 3º ANJO, DO APOCALIPSE 14:9  --- em vez de denunciar os pecados da grande prostituta, fez um tratado de amizade, e tornaram-se também adoradores da 'imagem da besta'.
(a TRINDADE, Ler II Tessalonisenses 2)

Quem seria o incáuto, capaz de identificar a Igreja Adventista como a 'Mensajeira do Terceiro Anjo, de Apocalipse 14:9' que denunciaria ao mundo os pecados da Grande Prostituta do Apocalipse ???

O Presidente de Conferência Geral Adventista, Jan Paulsen, (March 1, 1999 --- June 23, 2010)  se formou em teologia na mais importante Universidade Católica de TOBINGEN, na Alemanha, tendo como seu professor e amigo o Papa Bento XVI.  (Joseh Aloisius Ratzinger)

Quando Jan Paulsen foi eleito Presidente Mundial dos Adventistas, recebeu Congratulações Oficiais do seu Professor e amigo, e já no início da sua gestão, "costurou" um Tratado de Amizade com a Igreja Católica, intitulado como "Entendimento Teológico", amplamente divulgado pelos websites oficiais da General Conference Adventist' e em discurso em português, diretamente do VATICANO.
 

                   Jan Pausen
"The Seventh-day Adventist Church cannot be treated either as a 'new religious movement,' or as a sect," declares a joint statement drawn by the Roman Catholic Church and the 
Adventist Church in Poland. (Year 2000)

(sem mencionar a Igreja Católica, os termos do tratado foram ratificado na Conferência Geral de Toronto)



                                                     
              
 

  Papa Bento XVI --- Joseh Aloisius Ratzinger, professor e migo de Jan Paulsen.
          
 
 


Papa Bento XVI ---
Joseh Aloisius Ratzinger, professor e migo de Jan Paulsen.
           Jan Palsen foi Presidente da Conferência Geral dos Adventistas por mais de 10 anos.




Acesse direto no website do Vaticano, o discurso Papal em português:
 

http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/speeches/2006/may/documents/hf_ben-xvi_spe_20060525_incontro-ecumenico_po.html



(parágrafo 9
º)

"A partir daquele encontro muito mudou. Deus concedeu-nos fazer muitos passos rumo à compreensão e à aproximação recíprocas. Permiti que eu recorde alguns acontecimentos ecuménicos, que naquele tempo tiveram lugar no mundo: a publicação da Encíclica Ut unum sint; os acordos cristológicos com as Igrejas pré-calcedónias; a subscrição em Ausburgo da "Declaração Conjunta sobre a doutrina da justificação"; o encontro por ocasião do Grande Jubileu do Ano 2000 e a memória ecuménica das testemunhas da fé do século XX; a retomada do diálogo católico-ortodoxo a nível mundial, o funeral de João Paulo II com a participação de quase todas as Igrejas e Comunidades eclesiais. Estou ao corrente do facto de que também aqui, na Polónia, esta aspiração fraterna pela unidade pode orgulhar-se dos sucessos concretos. Neste momento, gostaria de mencionar: a assinatura, no ano 2000, feita também neste templo pela Igreja católica romana e pelas Igrejas associadas no Conselho Ecuménico Polaco, da declaração do reconhecimento recíproco da validez do baptismo; a instituição da Comissão para o Diálogo, da Conferência Episcopal Polaca e do Conselho Ecuménico Polaco, à qual pertencem os Bispos católicos e os Chefes de outras Igrejas; a instituição das comissões bilaterais para o diálogo teológico entre católicos e ortodoxos, luteranos, membros da Igreja nacional polaca, mariavitas e adventistas; a publicação da tradução ecuménica do Novo Testamento e do Livro dos Salmos; a iniciativa chamada "Obra natalícia de ajuda às Crianças", na qual colaboram as organizações caritativas das Igrejas: católica, ortodoxa e evangélica".
 







 

Analise esta página e tire suas próprias conclusões...


Compare a citação do livro de um pastor inglês de 1856 e o que Ellen White escreveu em 1898

 

"Sabbath Evening Readings on the New Testament"  -  1856
Autor:  Rev. John Cummings

Pg. 5  
"But in Jesus was life underived, unborrowed; ...

Tradução: Mas em Jesus, ouve vida não derivada, não emprestada;

The Desire os Ages   1898
Autor: Ellen G. White


Pg. 530   
"In Christ is life, original, unborrowed, underived."

  
Tradução: Em Cristo é vida, original, não emprestada, não derivada.

Exceto por uma palavra, e o tempo do verbo, é igual ao que foi escrito 42 anos antes.

Veja a nossa anotação embaixo


                    

O livro foi impresso nos Estados Unidos em 1856 e o Rev. John Cummings assina o livro como "Minister of the Scotch National Church, Crown Court, Covest Garden, London." --- Cópias foram feitas na biblioteca particular de Ellen White, no White Estate da Conferência Geral,  por Ennis Meier


                   


Essa cópia foi obtida no White Estate da Conferência Geral da Igreja Adventista do 7º Dia, no dia 21 de Janeiro 2003 ás 10 horas da manhã, tendo Ennis Meier tratado diretamente com o sr. Tim Poirier, (atual vice-Diretor do White Estate)  que atendendo nossa solicitação abriu o cofre e trouxe o livro para ser copiado.
O livro encontra-se em péssimo estado de conservação e a capa está solta.

Incialmente o sr. Poirier disse que não costumam atender para tirar cópias desses livros, devido ao péssimo estado de conservação e deterioração que os mesmos se encontram.

Nessa ocasião adquirimos por 2 dólares um livreto: "A Bibliography of Ellen G. White Private and Office Libraries" da própria autoria do Sr.Tim Poirier --- Abril 1993. 
O livreto explica no Prefácio, que havia uma Biblioteca Pessoal de Ellen White, e outra que era destinada aos seus assistentes literários.

O livro "Sabbath Evening Readings on the New Testament" está na lista dos livros que se encontravam na Biblioteca Pessoal de Ellen White.

A "máxima" que não é de Ellen White, e sim foi copiada de outro autor, contraria a Bíblia em vários textos:


n 
João 5:26 "Porque, como o Pai tem vida em sí mesmo, assim deu também ao Filho ter vida em sí mesmo. (isto é: Jesus tem vida em sí mesmo, derivada do Pai)

n  I Timóteo 6: 16 "
Aquele que tem, ele só, a imortalidade e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver; ao qual seja honra, poder sempiterno. Amem."


n Atos 5:30  "O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, ao qual vos matastes..."

n   Atos 13: 30  "Mas Deus o ressuscitou dos mortos."  (a vida provinha do Pai)

n  Romanos 10:9  " ...Deus o ressucitou dos mortos..."

Além dos argumentos acima citados, a máxima em destaque, contraria várias declarações de Jesus, quanto a sua dependência do Pai.

Após a ressurreição, o Pai deu Vida Eterna ao Filho. (significando VIDA derivada do Pai)

 



Pesquisa/ Ennis Meier



Leia um estudo feito por terceiros, encontrado na Internet
(alguns Links encontram-se desatualizados)

http://server2.docfoc.com/uploads/Z2015/11/17/14fpp5SwGq/ced6ac38ee5eac251d2d9b1e2b925622.pdf

 
 





Ennis Meier vai reivindicar uma 'cadeira de professor de história da Igreja Adventista na Universidade de Andrews', porque os que eles tem não fazem jus ao título !   --- ou melhor, são orquestrados pela administração, fazendo descabidas afirmações para favorecer a Doutrina da Trindade !!!

Em 2 anos de pesquisa, 'tropeçamos' com nada menos que 2 dúzias de publicações da doutrina Adventista, anteriores a 1930. --- incluindo 10 YearBooks no tempo de vida de Ellen White.



 
(transcrição da Revista MINISTRY/ MINISTÉRIO no Brasil.


Retorna à Home Page

MISSÃO 2000 Edição 3 - Maio/Junho

 
Profetas na igreja local


 

ROY NADEN 
Professor emérito de Educação Religiosa da Universidade Andrews, reside em Washington, Estados Unidos
 

Através dos dons espirituais concedidos a cada crente, a Igreja cumprirá tudo para o que foi comissionada por Deus. Nutrição dos membros em cada congregação, pregação do evangelho em todo o mundo, e qualquer outra tarefa legítima será cumprida pela aplicação dos dons espirituais na vida de cada indivíduo.

Por que a Igreja Adventista do Sétimo Dia não tem desenvolvido uma compreensiva teologia de tão crucial aspecto da verdade? A questão é mais intrigante por causa de nossa crença oficial de que um daqueles dons, o de profecia, é uma importante marca de identificação da Igreja (Apoc. 12:17; 19:10). Este artigo busca explorar esse pouco discutido tema. A tese é que uma generalizada incompreensão sobre a distribuição do dom de profecia tem sido, pelo menos parcialmente, responsável por um frustrado ministério de nutrição entre os membros, o que, por sua vez, leva a um sério índice de apostasia (802.995 nos últimos cinco anos).

CRENÇAS FUNDAMENTAIS

A despeito da conhecida antipatia a credos, as crenças fundamentais dos adventistas do sétimo dia foram descritas pela primeira vez, em 1930, por um grupo de quatro pessoas: M. E. Kern, F. M. Wilcox, E. R. Palmer e C. H. Watson. Embora jamais fosse votada por qualquer comissão oficial, a declaração foi impressa em 1931 no anuário denominacional (Yearbook). Nela estava incluso este parágrafo: "Deus coloca em Sua Igreja os dons do Espírito Santo, conforme enumerados em I Coríntios 12 e Efésios 4. ... Esses dons operam em harmonia com os divinos princípios da Bíblia, e são dados para o aperfeiçoamento dos santos, a obra do ministério, a edificação do corpo de Cristo."

Vinte anos depois, no anuário de 1951, foram adicionadas as seguintes palavras: "O dom do Espírito de Profecia é uma das marcas de identificação da Igreja remanescente. I Cor. 12:1, 28; Apoc. 12:17; 19:10; Amós 3:7; Oséias 12:10 e 13. Eles [os adventistas] reconhecem que esse dom foi manifestado na vida e no ministério de Ellen White."

Qualquer que tenha sido a motivação para acrescentar essas palavras 36 anos depois da morte da Sra. White, o resultado é claro: a generalizada compreensão de que o ministério profético de Ellen White constituiu a manifestação do dom de profecia no fim do tempo.

Em 1981, o anuário publicou uma afirmação mais compreensiva sobre dotação espiritual. É dito em parte: "Deus concede a todos os membros de Sua Igreja, em todos os tempos, dons espirituais para ser empregados em amoroso ministério para o bem comum da Igreja e da humanidade. ... De acordo com as Escrituras, esses dons incluem ministérios como fé, saúde, profecia. ... Um dos dons do Espírito Santo é profecia. Esse dom é um sinal de identidade da Igreja remanescente e foi manifestado no ministério de Ellen G. White. Como a mensageira do Senhor, seus escritos são uma fonte contínua e autoritativa da verdade."

Essa declaração afirma que membros leigos agraciados com o dom de profecia deveriam ministrar através desse dom; e que Ellen White ministrou e continua a fazê-lo, por seus escritos, através do mesmo dom. Para muitos adventistas isso é um enigma. Eles concluem que não pode haver essa dupla manifestação, e com pouca ou nenhuma reflexão relegam o dom apenas à Sra. White.

Tentando, nos últimos 25, anos ajudar os membros a descobrir seus dons, eu sei quão desconfiados eles se tornam quando confrontados com a possibilidade de também possuírem o ministério de profecia. "Isto não pode ser", eles dizem, raciocinando que "este é o dom de Ellen White".

Mas não haveria, porventura, alguma forma de conciliar os dois conteúdos da declaração feita em 1981? Tendo discutido esse tema com centenas de ministros adventistas em aulas do programa de doutorado no Seminário Teológico da Universidade Andrews, creio que o adventismo não tem abraçado a verdade que o dom de profecia é e sempre foi um dos mais disseminados dons do Espírito. E tem de ser assim, porque ele é um dos principais dons de nutrição (ao lado do dom de pastorear) com o qual Deus pretende construir a igreja e manter sua saúde espiritual.

O apóstolo Paulo torna isso claro em suas palavras dirigidas à congregação local de Corinto: "Segui o amor e procurai, com zelo, os dons espirituais, mas principalmente que profetizeis" (I Cor. 14:1); "mas a profecia não é para os incrédulos e sim para os que crêem" (I Cor. 14:22); "porque todos podereis profetizar, um após outro, para todos aprenderem e serem consolados" (I Cor. 14:31); e "portanto, meus irmãos, procurai com zelo o dom de profetizar" (I Cor. 14:39).

Se as palavras de Paulo são verdadeiras, podemos nós assegurar o dom de profecia entre os leigos na congregação local e, ao mesmo tempo, preservar o único e distintivo ministério de Ellen White? Isso é algo que podemos afirmar, porque um compreensivo envolvimento leigo em nutrir espiritualmente e testemunhar nunca será completamente entendido até que compreendamos a múltipla distribuição do dom de profecia.

O ENSINO BÍBLICO

Tal como outras epístolas do Novo Testamento, a carta aos romanos tem duas seções: doutrina e deveres. E Paulo usualmente faz a ligação entre essas duas grandes divisões com a palavra "portanto", ou algum termo equivalente, como é o caso do início do capítulo 12: "Rogo-vos, pois, irmãos..." Depois do desenvolvimento do ensino sobre a justificação pela fé, Paulo apresenta uma aplicação lógica. Uma vez que temos experimentado a alegria da salvação pela fé, tendo morrido para o eu e sido ressuscitados para uma novidade de vida, como novas criaturas, somente então podemos iniciar a vida de ministério.

Há grande intencionalidade no uso da expressão "rogo-vos, pois, irmãos" em Romanos 12:1. Elas introduzem a apresentação de Paulo sobre os dons espirituais. Todo aquele que se une à família de Deus, em virtude da justificação pela fé, é dotado para o ministério. Cada um recebe dons e habilidades para ministrar em favor do Senhor Jesus, e esses dons enquadram-se em duas principais áreas: nutrição e testemunho. Romanos 12 nomeia vários ministérios que alguém pode esperar encontrar numa congregação local. Eles incluem serviço, ensino, exortação, liberalidade, liderança, misericórdia, hospitalidade e profecia (Rom. 12:9-13).

Ao ler o sentido claro dessa passagem, não há possibilidade de separar profecia dos outros dons que, segundo Paulo indica, operarão através dos membros da congregação local.

Na primeira carta aos coríntios, há duas listas de dons. A primeira apresenta dez dons, incluindo profecia (I Cor.12:8-10). A segunda lista de dons, no fim do capítulo, enumera oito dons e novamente inclui profecia (I Cor. 12:28). O significado é claro quando lemos todas as listas de dons formuladas por Paulo nas cartas aos romanos, efésios, e na primeira endereçada aos coríntios. Toda congregação local espiritualmente saudável terá pessoas ministrando através dos dons, incluindo o de profecia.

Paulo usa uma ilustração para ensinar sobre os dons espirituais em três passagens do Novo Testamento, nas quais ele discute amplamente o assunto. Ele compara a Igreja ao corpo humano. Embora alguns órgãos sejam indispensáveis ao corpo, nem todos são vitais. É possível viver sem uma orelha, sem um olho ou sem um pé. Sem o coração, porém, o corpo morre. Semelhantemente, os dons de profecia e evangelismo são essenciais. Sem eles a congregação morrerá.

Por exemplo, a utilização que alguém fez do dom de evangelismo no passado não é suficiente para a Igreja hoje, embora ela possa usar a herança deixada na forma de sermões impressos, modelos e técnicas de apelo, etc. Também a utilização do dom de profecia, feita no passado, não é bastante para a nutrição completa da igreja mundial hoje. Necessitamos e podemos experimentar manifestações contemporâneas múltiplas desses dons.

TRÊS ESFERAS

Isso nos leva de volta à questão: se a congregação local necessita de pessoas que utilizem seu dom de profecia (como era o caso dos primeiros cristãos em Corinto, Éfeso e Roma), como nós compreendemos o dom de profecia de Ellen White na Igreja mundial? É óbvio que, num sentido, essas são manifestações do mesmo dom; noutro sentido, são muito diferentes.

Inicialmente, devemos dizer que todo dom do Espírito Santo é apropriado para seu propósito. Embora os dons sejam dados a seres humanos pecadores, finitos, eles são completamente apropriados para seu propósito divinamente estabelecido. Mais de uma década atrás, eu via o dons de profecia como operando em três esferas de influência. Primeira, houve os "homens santos de Deus" que escreveram as Escrituras. Segunda, eu creio que Ellen White foi capacitada por Deus com o dom de profecia (e muitos outros dons igualmente importantes). E terceira, creio que, hoje, como em qualquer outro período da história da Igreja, homens e mulheres são dotados pelo Espírito Santo para exercer o dom de profecia/nutrição da congregação local.

Em cada uma dessas três esferas, o dom de profecia é perfeitamente apropriado para o propósito ao qual foi designado, mas pode haver significativas diferenças nesses propósitos, a depender da situação.

Em cada uma dessas três esferas de influência, o dom de profecia opera em quatro dimensões que são divergentes entre si, e quatro dimensões similares. Vejamos os fatores em comum:

1. Todos os que possuem o dom de profecia falam por Deus, porque esse é um dom espiritual de Deus para falar por Ele.

2. Todos ministram em harmonia com a definição bíblica de dom em I Cor. 14:3, ou seja, o único dom espiritual no Novo Testamento que é definido. Paulo diz que ele é dado para "fortalecer, encorajar e confortar".

3. O dom de profecia raramente é envolvido com predição de eventos futuros. Há quem afirme que predição é mais o trabalho de um vidente do que um profeta. Comparativamente falando, há pouca predição do futuro nos livros da Bíblia, com exceção de alguns capítulos de Isaías, Daniel e Apocalipse. Mas isso constitui um percentual pequeno das Escrituras. Semelhantemente, o ministério de Ellen White raramente esteve preocupado com predição de eventos futuros, exceto os segmentos escatológicos de O Grande Conflito. E também representa um percentual mínimo de seus escritos. Na igreja local, pode não haver qualquer predição do futuro.

4. Os que têm o dom de profecia são completamente inspirados por Deus a cumprir Seus propósitos. Não podem ser parcialmente inspirados. Como resultado, nas três esferas, o ministério profético será apropriado para o propósito estabelecido. O Espírito Santo garante isso na medida em que os mensageiros sejam fiéis ao chamado.

Agora os pontos divergentes:

Duração. Por quanto tempo deve continuar o ministério profético de um indivíduo?

Há mais de três mil anos, os escritores bíblicos começaram a relatar os pensamentos que Deus lhes transmitiu. E o propósito do Senhor era que aquelas palavras continuem sendo a expressão da Sua vontade até o fim dos tempos. O ministério profético desses homens tem se estendido por séculos. Ao contrário, Ellen White surgiu no tempo do fim como uma mensageira especial, com seus escritos sendo relevantes até à vinda do Senhor. Este é um período muito mais curto; até aqui, um século e meio. Na esfera local, o dom opera por um período ainda mais curto; justamente os anos de existência cristã de uma pessoa, ou seja, algumas décadas ou menos.

Ouvintes. A quem o dom é ministrado? Foi o intento de Deus que os escritos bíblicos beneficiassem toda a raça humana. No que tange à Ellen White, ela ministrou à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Não é uma profetisa dos batistas, metodistas, episcopais ou mórmons. Ela é a profetisa dos adventistas. O que não significa que seus escritos não tenham validade para indivíduos de outras crenças, em algum momento. Mas ela é nossa profetisa, aceita por nós como tal, mas não pelo restante do mundo cristão ou não cristão. Esse é um foco mais limitado. No âmbito congregacional, temos, por comparação, um raio de influência muito menor ainda: a congregação local ou mais provavelmente um pequeno grupo dentro dessa congregação.

Propósito básico. Qual o objetivo de Deus em cada esfera de manifestação do dom profético? Os escritores bíblicos enunciaram os grandes princípios eternos sobre os quais é estabelecido o reino de Deus. Tudo na Bíblia, histórias, biografias, poesia, etc., contém esses princípios para guiar o crente e convencer o pesquisador. Ellen White contribuiu para a maturidade da igreja Adventista, fazendo aplicações atuais desses princípios, levando os membros de volta às Escrituras - uma função formativa. "Pouca atenção é dada à Bíblia, e o Senhor deu a luz menor para guiar homens e mulheres à luz maior", ela escreveu (Evangelismo, pág. 257). Na igreja local, os membros excercem seu ministério fazendo aplicações locais e pessoais.

Símbolos. Na citação acima, Ellen White sugere dois símbolos apropriados para duas das esferas do dom de profecia. O primeiro símbolo é a "luz maior", como o sol, que é a Bíblia. Seus escritos são simbolizados pela "luz menor" como a lua, que reflete a luz do sol. A manifestação do dom de profecia na congregação local poderia ser simbolizada através da luz da vela.

Nesta altura, tudo o que nós temos é um modelo teórico. Mas os avanços no conhecimento acontecem através do desenvolvimento da teoria. Devemos testar a teoria. E ao fazer isso, encontramos três períodos da História como laboratórios: o Antigo Testamento, o Novo Testamento e os tempos modernos.

ANTIGO E NOVO TESTAMENTOS

Uma busca através de aproximadamente 400 referências a profetas ou profecia, no Antigo Testamento, revela cerca de 30 homens e mulheres categorizados como profetas ou profetizas. Apesar disso, muitos dos mais conhecidos entre eles não são chamados profetas, embora o ministério que realizaram para Deus tenha evidenciado a posse do dom. O Novo Testamento pega esse gancho e identifica outros 50 indivíduos do Antigo Testamento como profetas, incluindo Daniel, Jonas, Enoque e Davi.

Durante todos os séculos do Antigo Testamento, de todos aqueles a quem Deus chamou para exercer esse dom especial, apenas 38 pessoas são nomeadas explicitamente profetas ou profetizas. E dos escritores do Antigo Testamento, apenas 50 são realmente chamados profetas.

Este artigo já sugeriu que há três esferas nas quais o dom de profecia opera para benefício da Igreja Adventista hoje: escritores bíblicos, Ellen White, e congregação local.

Nesta altura, pode surgir uma questão: sabiam os escritores bíblicos a importância da sua influência? Provavelmente não. Se fosse assim, suas palavras poderiam presumivelmente ter sido redigidas em termos mais amplos, menos localizados. O que parece mais provável é que esses escritores reconheciam o chamado de Deus para transmitir Sua mensagem à nação de Israel. Mas foi a clareza e aplicabilidade universal dos princípios envolvidos que marcaram intrinsecamente seus livros, preservando-os e reconhecendo-os como um ministério profético da primeira esfera.

Os escritores do Antigo Testamento sabiam que eles eram chamados como profetas da segunda esfera, atuando também na terceira esfera. Isto é, eram seres humanos em contato com o povo entre o qual viviam, respondendo questões e satisfazendo necessidades individuais, bem como falavam por Deus à nação como um todo. Elias, por exemplo, não delegou a outra pessoa o atendimento a um operário que perdera um machado emprestado. Espontaneamente, ele resolveu o problema do trabalhador, embora o desfecho não fosse de significado nacional.

Inevitavelmente, baseado nos exemplos da História, há uma sobreposição das esferas do ministério de profecia, na qual a mais extensa incorpora a mais limitada, não o contrário. Ou seja, a primeira esfera inclui a segunda e a terceira. A segunda inclui a terceira; mas essa opera apenas sozinha.

Nos séculos do Antigo Testamento, aparentemente não foi necessário que mais de um profeta da segunda esfera exercesse o dom entre a nação inteira, todo o tempo. Nem sempre houve a necessidade de sucessão profética. Mas nos casos em que Deus indicou ser necessária uma imediata sucessão, isso tornou-se claro. Por exemplo, o episódio do manto de Elias sendo colocado sobre o sucessor Eliseu é baseado, pelo menos em parte, no conhecimento que Deus tinha dessa necessidade.

O relatório do Novo Testamento, cobrindo sete décadas, não contém a mesma quantidade de informações como o Antigo. Contém apenas umas 200 referências a profetas e profecias. E dificilmente alguma pessoa é mencionada como possuindo o dom de profecia, exceto umas oito, incluindo João Batista, Silas, Zacarias e Ana. Aparentemente, tal como nos tempos do Antigo Testamento, os profetas do Novo Testamento desempenharam uma função tão vital para a igreja que foram reconhecidos como exercendo o dom, sem que fossem necessariamente nomeados profetas, nos registros.

NO FIM DO TEMPO

Que dizer a respeito dos últimos dias? Por ocasião do início do século 15, muitos indivíduos foram chamados a falar por Deus. Quando a Igreja experimentou as trevas depressivas da Idade Média, ela enfrentou a dupla tarefa de resgatar as verdades distorcidas, durante séculos de intromissão eclesiástica e individual, e partilhar o evangelho com multidões de descrentes. A sucessão incluiu Wycliffe, a Estrela da Manhã da Reforma, e Lutero, que ressuscitou as doutrinas da justificação pela fé e do sacerdócio de todos os crentes - crucial para o ministério dos dons espirituais.

Williams resgatou o símbolo da lavagem dos pecados no batismo por imersão. Calvino, entre outras coisas, reavivou uma forma de governo eclesiástico que restaurou a autoridade da congregação local. Wesley enfatizou os frutos de uma vida cristã metódica. Guilherme Miller recuperou a verdade da volta de Cristo. Cada um desses homens deu uma inestimável contribuição ao processo de restauração das verdades ensinadas por Jesus, de modo que, nestes últimos dias possa haver uma proclamação mundial da "fé que uma vez foi entregue aos santos" (Judas 3).

Podemos classificar todos esses heróis como depositários da segunda esfera do dom de profecia, que deram uma contribuição da maior importância à congregação da Igreja mundial. Sem dúvida, a conseqüência natural do ministério dessas vozes proféticas foi uma vida espiritual saudável e crescimento do corpo de Cristo no tempo do fim.

Foi o ministério desses pioneiros o mesmo dos profetas dos Antigo e Novo Testamentos? Não exatamente, mas talvez seu trabalho seja comparável ao desses profetas. O ministério por eles desenvolvido transpôs os limites denominacionais e continuará através dos últimos dias na Igreja cristã como um todo, enquanto aguardamos a vinda do Senhor e pregamos o evangelho à última geração terrestre.

DUAS EXPLICAÇÕES

Antes de concluir, duas observações breves, mas importantes, precisam ser feitas. Primeira, haverá algumas pessoas que permanecerão céticas a respeito da aplicação do dom de profecia na congregação local. Elas entendem que tal aplicação seria um abuso. Questionam que isso encorajará a mentalidade congregacionalista; pois algumas pessoas na igreja local poderão argumentar que a revelação profética lhes confere também autoridade doutrinária e estrutural superior à da Igreja institucional.

Entretanto, a mais recente declaração das Crenças Fundamentais da Igreja nega essa objeção quando estabelece o seguinte: "Deus confere a todos os membros de Sua Igreja em todos os tempos dons espirituais que devem ser empregados em amoroso ministério. ... Esses dons incluem o de profecia." E, se verificarmos bem o contexto, o apóstolo Paulo não poderia estar falando de nenhuma outra esfera senão a local, quando se referiu ao dom de profecia, em Romanos 12:6; I Cor. 14:1, 3-5, 22, 24 e 29. Depois de tudo, poderia ser extremamente perigoso nos mostrarmos tão preocupados com o abuso, e impedíssemos a manifestação autêntica do dom.

Segunda, o que pode alguém dizer sobre o assunto "inspiração" quando manifestado na igreja local através do dom de profecia? Um temor igual ao que foi anteriormente mencionado pode levar alguém a deixar de abraçar o dom oferecido por Deus. Ou seja, o medo de que alguém tome a revelação recebida e a coloque acima da autoridade da inspiração da Bíblia ou de Ellen White.

Mas em virtude de que não existe tal coisa como "inspiração parcial", somente podemos concluir que uma pessoa é completamente inspirada por Deus para realizar um ministério específico. Na terceira esfera de aplicação do dom de profecia, o ministério é limitado à comunidade local, diferente do âmbito mais extenso da primeira e segunda esferas. Deus pode e equipa as pessoas para o ministério local. Esta é a própria essência da teologia dos dons espirituais: os crentes são capacitados e equipados para o ministério, e a saudável manifestação do seu trabalho não pode contradizer a essência do que foi comunicado através das duas primeiras instâncias.

NUTRIÇÃO

Isso nos leva de volta à hipótese original. Se os membros da Igreja devem ser adequadamente nutridos, se os frutos do evangelismo devem ser preservados e engajados no serviço, então deve haver nutridores com o dom de profecia em toda congregação. Deve haver muitos deles, como foi o caso das igrejas de Corinto, Éfeso e Roma.

A Bíblia continua a nutrir aqueles que a estudam. Os escritos de Ellen White endereçados à sua Igreja, ou nossa Igreja, continuam a nutrir todos quantos os examinam ainda hoje. E as palavras faladas por alguns indivíduos em cada congregação local ao redor do planeta, devem ser aceitas como parte do propósito de Deus para nutrição da Sua Igreja. Essa terceira esfera de manifestação abrange pessoas piedosas escolhidas por Deus, dotadas por Deus e inspiradas por Deus, agraciadas com o dom de profecia, e exercendo-o para "fortalecer, encorajar e confortar" os membros de uma congregação.

A aceitação dessa realidade é a chave para nutrição da Igreja; de outra forma, a erosão de membros continuará acontecendo em muitas regiões do mundo.

Retorna à Home Page
 



Abaixo encontramos as Doutrinas Adventistas publicadas antes de 1931

(Estamos refazendo esta página, meio devagar por problemas de saúde.
Aquí está a prova de uma administração, MENTIROSA, que engana os membros da igreja, sustentando uma doutrina FALSA, imcompatível com a Bíblia, com a história e os pioneiros da igreja)




 

1872 -
 Folheto publicado pela igreja, com as doutrinas redigidas por Urias Smith
www.alvorada.us/bb.htm



1874
 
- "Signs of The Times", em que publica as doutrinas da igreja que Urias Smith redigiu. 
www.alvorada.us/0004.htm

 

1889 - Year Book - Primeira publicação das doutrinas, conforme Urias Smith escreveu.
www.alvorada.us/0028.htm

 
1894 -
 Aprovação das Doutrinas Adventistas na Assembéia da igreja de Battle Creek, Michigan.
www.alvorada.us/039.htm





Clique aqui para ver os 10 Year-Books entre 1889 e 1914 - Um por um, todos iguais e sem a doutrina da Trindade.(verifique que as páginas são diferentes)

]


 

 

1889 a 1914 - Publicação da doutrina Adventista em 10 (dez) Year Books em anos que Ellen White estava viva. (morreu em 1915)  
www.alvorada.us/cc.htm


1931
 - Publicação no Year Book da doutrina da Trindade.  www.alvorada.us/0005.htm